Enjoos Matinais..


Ao lerem o título, para onde é que a vossa cabeça vos leva imediatamente?? sim, eu sei.. AQUELA IDIOTA IRRESPONSÁVEL ENGRAVIDOU!!

Pois, foi exactamente isso que o meu pai pensou… passo a explicar:

Bem, tinha sido uma semana horrível. O meu irmão foi internado para lhe diagnosticarem uma doença crónica (Doença de Crohn). A minha mãe ficou com ele durante a  noite todos os dias daquela semana.

No último dia, estava eu toda contente por ela voltar. levantei-me, fui às compras para a casa e até estava bem-disposta, pois estava um Sol radioso e um vento quentinho. Mas quando cheguei e fui fazer o almoço, começou: não conseguia sentir o cheiro da pizza e as batatas fritas enjoavam-me de morte. Fiz um esforço e ainda engoli uma fatia… Mas a partir daí.. Nem consegui ir à cozinha ou ouvir falar em comida… só queria vomitar…

Agora estão a pensar.. ELA ENGRAVIDOU MESMO!!…

Pois, mas não! Assim que me lembrei do meu spray para as alergias fiquei muito melhor… Até à hora de jantar. Aí começou outra vez. Aí, o eu pai ficou com cara de poucos amigos e fechou-se na cozinha com a minha me a conversar… Pois é, pensou que eu estava grávida, que era o último a saber das coisas e blá blá blá…

Tive tanta vontade de me partir a rir quando a minha mãe me contou!!! Maldita Primavera que traz os pólens e me deixa tão mal dependente de comprimidos para não me passar!!!!

Só a mim mesmo… E a última coisa que quero é ter filhos, por isso…

Beijo!Rosa vermelha

Anúncios

Offline

        Vi-me obrigada a ser objecto de uma experiência à que a maior parte das pessoas diria que não. Fiquei sem Internet e TV por cabo durante pelo menos 1 mês! Ou seja, nada de Farmville, Café World, aquários, Naruto, ou Superpoke!Pets!!
       
        No inicio foi difícil, quando chegava a 5ªFeira (dia de compras de novos itens no Superpoke!Pets) …. AH!! É 5ªFeira!! NÃO!!… Mas depois dos gritinhos histéricos e dos ataquezinhos, prosseguia continuava com a minha vida sem Net.
      
        Na passada 5ªFeira lá vieram os homens da Vodafone instalar os canais por cabo e a tão desejada Ethernet, mas com apenas UM portátil para QUATRO pessoas que haviam sido exiladas do mundo virtual por um mês… decidi só arriscar a minha sorte quando já era quase hora de ir para a cama, por isso nem deu para matar as saudades (e muito menos para aceitar as cerca de 100 prendinhas que tinha no Facebook).
      
        Para dizer a verdade, até estava para não ir: tanto tempo a fazer desintoxicação… não podia ficar dependente de novo!! Já prometera a mim mesma ficar apenas com os jogos de que gosto realmente, porque não vale assim tanto a pena jogar tudo e mais alguma coisa só para passar o tempo… pode acabar em overdose.

       Como sempre se retira algo das experiências da vida, cheguei a umas quantas conclusões do que é a vida sem estas mordomias:

  • ficamos com muito mais tempo livre para ler, tratar do nosso corpo, do nosso bem-estar, assim como para escrever, reflectir ou até para não fazer nada…
  • fica mais caro falar com os amigos (as saudades que eu tive do hotmail!) Ai! O dinheiro que a Adriana gastou em mensagens.. (20cent!)
  • experimentamos coisas novas (como roubar a PS3 ao namorado para ver se é giro..)

       E bem… viver sem Internet? Poder até podia.. Mas não era a mesma coisa!

Beijo Computador


Uma Proposta de Felicidade


       Um dia, enquanto os outros descansavam, o Homem e a Felicidade decidiram jogar às escondidas. Mas eram tão inseparáveis que não tardavam a encontrar-se imediatamente. Cada vez, era mais difícil encontrar um lugar diferente onde esconder-se. Aconteceu que, quando toucou a vez de ser a Felicidade a esconder-se, a Mentira, que passeava por ali disfarçada de Verdade, aconselhou-a a esconder-se dentro do Homem, porque esse seria o último lugar onde lhe ocorreria procurar. A Felicidade assim fez. Aproveitando um descuido do Homem, introduziu-se no seu coração.
       Quando o Homem se pôs a procurá-la, não havia maneira de a poder encontrar. O tempo passava e começou a crescer nele o medo de que tivesse acontecido algo à Felicidade. O certo é que não podia viver sem ela. A Felicidade gritava desde o coração do Homem, para lhe dizer onde estava, mas o Homem estava tão preocupado em buscá-la por fora que não prestava atenção ao seu interior. E quando isso acontece, as portas do coração fecham-se, deixando encerradas nele todas as suas riquezas.
       Então a Mentira, disfarçada de Verdade, aproximou-se do Homem para lhe dizer que tinha visto a Felicidade a seguir pelo caminho que levava ao Reino da Obscuridade. O Homem, sem duvidar, correu para esse reino. Mas,quanto mais avançava naquela direcção, algo muito forte dentro dele lhe dizia que esse não era o caminho certo. Deteve-se um momento, na sua frenética correria, e logo começou a escutar os gritos desesperados  da Felicidade, que o chamava desde a profundidade do seu coração.
       A partir de então, decidiram tornar-se inseparáveis e não se perderem de vista para que a Mentira não os voltasse a enganar. E assim, a Felicidade ficou para sempre a residir no mais profundo do coração humano.

1º Dia de Aulas

       
       Apetecia ficar na cama, mas eu fui bem desperta para me dar a esse luxo. Acordei com a minha mãe a dizer: "São 9 menos 20!" quando eu devia ter acordado às 8h15… Fiquei irritada; já sabia que se lhe empresta-se o despertador, ela não me acordaria a horas… Enfim.
       Fui para a escola (autocarro, metro e depois a pé!..) e até cheguei 5 minutos antes da hora. Nem me esquecera das luvas, mas as minhas mãos mantiveram-se quentes toda a manhã. Era a minha 1ª aula de 2010, Matemática A… E foi furo!! Fantástico, tinha corrido tanto para nada. Nem aula de substituição decente. Então a minha turma convidou-me para ir ao café. Quer dizer, a Sara.. Bem, já que lá estava fui. De 8 pessoas, só duas consumiram, eu sendo uma delas, com o meu habitual carioca de limão. Passado um pouco a Sara tem a ideia brilhante de me ir ensinar a jogar bilhar.. Depois de muitas tentativas falhadas e de a ter convencido de que o gene de jogadora de bilhar não consta dos meus filamentos de ADN, regressei a casa.
       Depois de um almoço apressado com o meu amorzinho fui ter com a Adriana para a sua 1ª aula de código. Como também me inscrevi pude assistir!!Se não faltarmos demasiado, daqui a pouco teremos mais 2 perigos na estrada para aumentar a sinistralidade. Como a aula durava até às 9h, resolvemos saír quando o meu telemóvel começou a tocar.. Era o meu tio, a dar um recado da parte da minha mãe. Tinha que ir buscar as minhas irmãs. Tudo bem, tinha até às 19h. Desliguei e qundo olhei para as horas quase tive um ataque.. Eram 19h10! Eu estava em Oliveira do Douro, sem dinheiro suficiente para voltar para casa, ainda tinha que passar por casa da minha avó, demorava cerca de uma hora a chegar a casa se fosse de transportes públicos e como a minha mãe se encontrava no Hospital, o meu pai no trabalho e o Paulo demasiado doente para as ir buscar.. não havia alternativa! Tinha mesmo que ir eu! Como conseguiria tal proeza?! Lá fui eu a correr até casa da minha avozinha.. Entretanto o meu pai tivera a decência de ligar a um táxi para me ir buscar (que chegou ao mesmo tempo que eu) E lá fui eu buscar as minhas irmãs com uma hora de atraso!! O que vale é que as educadoras até são muito simpáticas.
       Não sentia as pernas quando cheguei a casa, mas pelo menos tinha o Paulinho para me dar miminhos. Sorriso
       E assim foi o meu 1º dia de aulas.. claro que tinha que chegar atrasada a algum lado nesse dia! Bem, pelo menos não foi às aulas. Boca aberta

Beijinho e cuidado com as horas!Relógio

Balanço de 2009… entrada em 2010!!!!!!


              Ainda
não tinha preparado a minha mente para o fim de este ano. aliás, não tenho
qualquer percepção de que o ano vai acabar. Mas como já se fala em planos para
o "Ano Novo", lembrei-me de fazer o habitual balanço. Cá vai:

              2009 foi o ano do amor, dos amigos, dos animais de estimação, das
desilusões a nível académico, das despedidas e das viagens que nunca
esqueceremos. Só este ano ganhei a companhia da Pantufa, (Tufa para os amigos) a minha gata e da Fofinha, a minha cadela. Fui para Benidorm com os meus amigos  claro, com o meu
mais-que-tudo. Cada segundo foi divertido, com a sua pitada de loucura.. e para
recordar. A viagem é que podia ter sido menos longa, pois já sabia que iria
enjoar. Infelizmente, após esta viagem, descobri que não passara a matemática,
por isso vi-me obrigada a repetir o 12º ano e ver alguns dos meus amigos mais
próximos a partir para a faculdade. Foi algo que me deixou deveras abalada,
sobretudo estando a minha melhor amiga Adriana (quem considero a rapariga mais
bem disposta de sempre) distante e muito ocupada (por motivos diferentes).

              Passada a minha depressão, lá consegui marcar um dia e fomos sair. Acho (com
toda a certeza) que ela gostou da minha prenda de aniversário. Fiquei triste
por não ter celebrado  o seu aniversário no próprio dia, mas pelo menos
consegui festejar com ela. Bem, parece que só falta falar do campo amoroso..
Este ano fizemos um ano de namoro. Fiquei mesmo feliz por ter encontrado alguém
que gosta de mim, tanto como ele gosta. Embora tenha um temperamento difícil,
consegue ser muito querido e ama-me. Como eu a ele.

             Neste momento ele encontra-se
com um grave problema renal, ou melhor dizendo, uma massa está a impedir um dos
seus rins de funcionar, tendo sido marcada uma biopsia para dia.. 31. Devido a
este episódio, não poderei ir para a Covilhã entrar em 2010.. para dizer a
verdade, não sei até se poderei  do hospital, ou pior: entrar.
Bem, da festa de fim de ano, apenas vou sentir falta dos amigos, pois não sou
adepta de uvas passas e o champanhe faz-me sempre arrepios.

 Desejos não tenho muitos..

  • Saúde para todos (principalmente para ti mor);
  • Amizade para dar e receber (tenho que ser uma
    amiga mais dedicada);
  • Amor (para mim, para a Adriana que agora
    começa uma nova fase da sua vida com o Antídoto) e para todos os corações
    partidos e apaixonados;
  • Paz para a família… pois consigo ser
    insuportável quando entro em depressão.


Não se esqueçam da cuequinha azul… e
de entrar com o pé direito!



 

Beijo e Boas Entradas!!

O Exterior não muda o Interior..

Uma amiga contou-me algo que me fez pensar como a vida nos venda os olhos, nos engana, e no fim percebemos o quão ingénuos e levianos fomos ao confiar nela… a vida.

Imaginem um rapaz. Agora, imaginem esse mesmo rapaz com um casaco grande e carapuço enfiado na cabeça. Imaginem ainda um ar carrancudo. Não é uma imagem muito apelativa pois não?

A minha amiga pensou o mesmo e tentou melhorar essa imagem: vestiu-lhe uma camisa, uma camisola por cima desta, foi passear com ele e com isso conseguiu um sorriso e até uma gargalhada! A imagem deste rapaz melhorou imenso não acham?

Pois no dia seguinte, o rapaz chegou a casa da namorada e porque tudo lhe corria mal e estava chateado, discutiu com ela. Ela, sem culpa alguma ficou de costas voltadas para ele, ignorando-o, que acontece, é a coisa que este rapaz, agora sorridente e de visual melhorado, mais detesta. então, vendo-se sem argumentos, o rapaz agride-a. 

Vendo o que fez, e tomando consciência disso, desata num choro compulsivo e em tremores devido aos nervos e saí de casa.

Quando volta, pede desculpa à namorada, que mesmo não conseguindo desculpar o que este lhe fez, acredita que foi uma vez sem exemplo, e decide tentar passar uma borracha no assunto.

Como amiga não sei se o melhor a fazer será apoiá-la nesta decisão, mas tudo isto me fez pensar..

Por mais que mudemos o exterior da pessoa, por mais que tentemos faz-la sorrir, por mais que tentemos que esta seja feliz ao nosso lado.. se algo não está bem dentro dessa pessoa, as coisas apenas mudarão se houver força de vontade dentro da pessoa a melhorar. Creio nisso.

Porque o que conta é o interior das pessoas..



Sozinha na Multidão


  Sabem o que é estar numa casa cheia de gente e sentirmos que nos encontramos completamente sozinhos? Pois é o que tenho sentido desde que os meus amigos deixaram de frequentar o mesmo liceu que eu. Uns foram para perto, é certo, outros para faculdades na santa terrinha… mas nunca é a mesma coisa.

  Os que ficaram têm outros amigos com que se preocupar, ou então andam ocupados. Mas entristece.. Mais ainda porque, apesar de ter 2 dias sem aulas durante a semana e um certo "príncipe encantado" num desses dias se encontrar sem aulas da parte de tarde, este nunca se apercebe de como está o meu estado de espírito.

  Agora que preciso dos meus amigos, não os encontro facilmente; por isso, resta fechar-me em casa e esperar que o dia passe. É daqueles momentos que nos recordam o quanto precisamos de uma amiga, nem que seja para lhe deixar um sorriso..

  A todos os meus amigos: obrigada por existirem!